Ir para o site

×

×

10 países baratos para viajar em julho: férias com economia

Conheça países baratos para viajar em julho. Saiba qual o melhor e mais barato destino internacional. Visite o o exterior gastando pouco.

Se você está pensando em viajar nas férias do meio do ano, mas sente-se desencorajado a uma aventura internacional por conta dos custos desse tipo de viagem, temos uma boa notícia para você. Há muitos países baratos para viajar em julho esperando pela sua visita!

É possível conhecer diversos lugares incríveis mesmo com o orçamento apertado, derrubando o mito comum de que viagens internacionais são sempre caras. A realidade é que, escolhendo os destinos certos, você pode gastar até menos do que em uma viagem dentro do próprio país.

E não pense que um destino econômico significa necessariamente que ele tenha pouco a oferecer. Pelo contrário! Muitos desses lugares proporcionam experiências ricas em cultura, gastronomia e atrações turísticas, sem pesar no bolso. 

Faça suas malas e prepare-se para uma experiência incrível, pois após ler este artigo, tudo o que você precisará fazer é embarcar rumo à sua próxima aventura econômica! Boa leitura!

Qual o melhor destino internacional em julho?

Qual melhor destino internacional em julho
Wikimedia Commons / CC BY-SA 4.0

Em julho, na América do Sul, Santiago, no Chile, é o destino mais procurado por brasileiros, conforme um levantamento da plataforma Booking.com. O clima frio nessa época do ano atrai milhares de turistas em busca de atrações como a Plaza de Armas, o Cerro Santa Lucía e o Mercado Central. 

Além disso, a Argentina também desponta como um dos melhores destinos para as férias de julho, com maior movimento na capital, Buenos Aires, e em outros cantos do país, como Bariloche e Mendoza.

Conheça o melhor destino de julho em outros continentes, de acordo com avaliação de usuários do TripAdvisor. As cidades abaixo receberam nota acima de 4,5 estrelas de milhões de turistas:

Qual o país mais barato para viajar em julho?

O mais barato entre os países baratos para viajar em julho é, sem dúvidas, a Argentina, sobretudo a cidade de Buenos Aires. Isso se deve à desvalorização da moeda argentina, o peso, em relação ao real, o que torna o destino mais acessível para os brasileiros. 

Os voos de ida e volta partindo de diversas cidades brasileiras para a capital argentina podem ser encontrados a partir de R$1.106, de acordo com uma pesquisa realizada no Vai de Promo em 18 de junho de 2024. 

Em várias cidades do país, incluindo a capital, é possível encontrar opções de hospedagem para todos os bolsos, desde hostels econômicos até hotéis de luxo, em várias faixas de preço. 

Além disso, a Argentina reúne muitas atrações culturais e gastronômicas que podem ser aproveitadas sem gastar muito, incluindo destinos de neve mais baratos em comparação a qualquer outro país, como Bariloche, San Martín de los Andes e Ushuaia

Outros destinos internacionais com boa relação custo-benefício para brasileiros em julho incluem:

  • Peru;
  • Marrocos;
  • Portugal;
  • Sri Lanka;
  • Romênia;
  • Hungria;
  • Tailândia.

10 países baratos para viajar em julho

Se você está planejando uma viagem no meio do ano, mas precisa economizar, há diversos países que oferecem experiências incríveis sem pesar no bolso. Há opções para todos os gostos: desde destinos com rica herança cultural e gastronômica até aqueles com paisagens naturais exuberantes e praias paradisíacas. 

Conheça os melhores países baratos para viajar em julho!

Argentina

A Argentina, com sua saborosa gastronomia e muitas paisagens deslumbrantes (até mesmo cobertas por neve), é muito atraente para os brasileiros econômicos em julho, sobretudo em razão da desvalorização do peso argentino em relação ao real e ao dólar.

Buenos Aires, a capital, é o destino mais popular, mas cidades como Bariloche, Mendoza e Ushuaia também oferecem experiências incríveis, com preços mais acessíveis.

Julho marca o inverno no país, e as temperaturas médias ficam entre 5 °C e 15 °C em Buenos Aires. Por outro lado, lugares na Patagônia podem ter temperaturas ainda mais baixas e são cidades argentinas que tem bastante neve

Se o seu destino é a capital, aproveite para fazer uma aula de tango, saborear a famosa parrilla argentina, conhecer o centro histórico e seus belos parques e museus. 

Em Bariloche, o destaque fica por conta da temporada de esqui e snowboard, enquanto Mendoza, aos pés da Cordilheira dos Andes, convida os visitantes a passeios por vinícolas mundialmente famosas e atividades como degustação de vinhos, rafting e trekking. E não se esqueça de Ushuaia, palco de incontáveis aventuras no Parque Nacional Terra do Fogo!

Bolívia

Outro integrante sul-americano da lista é a Bolívia, que oferece uma combinação irresistível de montanhas, florestas, lagos e cidades históricas a baixo custo.

Julho é considerado inverno na Bolívia, com temperaturas médias entre 10 °C e 15 °C durante o dia e caindo abaixo de 0 °C à noite. As regiões mais altas, como o Altiplano, podem ter temperaturas ainda mais baixas. O mês coincide com a alta temporada, em virtude das férias escolares de meio do ano.

O custo de vida no país está entre os mais baixos da América do Sul, e mesmo na alta temporada você não deve gastar tanto para conhecer destinos como La Paz, a capital situada a 3.600 metros de altitude, principal porta de entrada para os turistas. 

Outros destinos bolivianos que merecem entrar no seu radar incluem o famoso Lago Titicaca, o mais alto lago navegável do mundo, e o Salar de Uyuni, o maior deserto de sal do planeta. 

Se prefere atrativos urbanos, inclua em seu itinerário Sucre, uma cidade histórica fundada no século XVI, Potosí, famosa por suas minas de prata, e Oruro, onde você poderá conhecer sítios arqueológicos, parques nacionais e outros tesouros históricos. 

Chile

O Chile, onde muitas paisagens são cobertas pelo branco da neve no inverno, é uma excelente opção para quem quer economizar nas férias de julho sem deixar de viver experiências incríveis.

O ápice da temporada de neve acontece em julho, quando os termômetros ficam em torno de 15 °C a 5 °C na maior parte do país. Em regiões mais elevadas, a neve — que começa a se acumular a partir de abril — atrai multidões às estações de esqui.

A capital, Santiago, é um dos destinos mais procurados por brasileiros, graças aos custos reduzidos, com fácil acesso à estação de Valle Nevado (a 2 horas de carro) e muitas vinícolas.

Embora seja frio demais para curtir as praias, os balneários de Valparaíso e Viña del Mar também são bons destinos para conhecer em julho, especialmente se você deseja economizar, pois é a baixa temporada por lá.

Outra possibilidade é aproveitar a estação mais fria do ano para conhecer a Patagônia Chilena, onde a temperatura média é de apenas 0 °C. É uma boa oportunidade para conhecer destinos como Pucón, Puerto Natales e o parque Torres del Paine.

Colômbia

Colômbia
Wikimedia Commons / CC BY-SA 4.0

A Colômbia é um dos destinos mais econômicos e fascinantes da América do Sul, atraindo viajantes em busca de aventuras acessíveis, ritmo latino, história colonial e belezas naturais. 

O país é um paraíso para viajantes econômicos por seus custos acessíveis: a moeda local, o peso colombiano, favorece os turistas de países com moedas mais valorizadas. Você encontra acomodações bem-avaliadas por menos de R$ 300 a diária, especialmente em Bogotá e Medellín.

Nessas duas cidades, o clima é agradável e ameno, com temperaturas variando entre 15 °C e 25 °C. Já nas regiões costeiras, como Cartagena e San Andrés, no Caribe Colombiano, é alta temporada, com temperaturas mais elevadas (até 30 °C), ideais para aproveitar as praias.

Bogotá, a capital, é um hub cultural e econômico, sendo um destino indicado para quem busca museus, gastronomia e vida noturna. Medellín, a “Cidade da Eterna Primavera”, desponta como destino urbano, com belos parques, museus e a famosa Comuna 13.

E, embora destinos como Cartagena e San Andrés sejam ligeiramente mais caros, certamente despontam como uma oportunidade de conhecer praias caribenhas pagando menos em comparação a outros destinos da região.

Cuba

Cuba oferece um custo de vida relativamente baixo para turistas, especialmente quando se opta por frequentar estabelecimentos locais e evitar as áreas mais turísticas. A economia local e o uso de moedas distintas para turistas e residentes contribuem para que os custos sejam mais baixos.

Em julho, o país vive o auge do verão, com temperaturas que variam entre 25 °C e 30 °C. É alta temporada turística, especialmente nas praias. As chuvas são um pouco mais frequentes, mas geralmente rápidas, e não vão atrapalhar seus planos.

A capital, Havana, é como um museu a céu aberto, com belos exemplares de arquitetura colonial, ruas coloridas e bons restaurantes, bem como museus incríveis, praças suntuosas e outros tesouros para conhecer. A história também segue viva em Trinidad, uma antiga cidade colonial bastante acessível para mochileiros e viajantes econômicos. Nessas cidades, espere pagar entre R$ 200 e R$ 300 por diária de hotel.

Caso a sua intenção seja curtir uma praia a baixo custo, você não vai se arrepender de visitar Varadero, um destino caribenho notoriamente mais econômico que outras praias banhadas pelo Mar do Caribe. Viñales, por outro lado, é indicada para quem gosta de paisagens montanhosas, com bons hotéis disponíveis a partir de R$150 por noite.

Espanha

Também existem países baratos para viajar na Europa, e a Espanha é um dos mais acessíveis, especialmente na alta temporada de verão (em julho), em comparação a outros destinos europeus.

As opções de transporte, como trens e ônibus, são eficientes e relativamente baratas, e o viajante ainda encontra hospedagem em acomodações mais modestas, como pensões e hostels, por preços mais acessíveis. 

Prepare-se para sentir muito calor, porque a temperatura fica constantemente acima dos 30 °C em todo o país. Especialmente na Costa do Mediterrâneo, que vive o auge da temporada turística nos balneários de Barcelona, Ibiza e Palma, o calor é intenso e pode chegar a 40 °C. 

Você vai encontrar acomodações com custos bastante elásticos: há opções a partir de 90 euros e alternativas de luxo que superam muitas centenas de euros por noite. Assim, com pesquisa e antecedência você pode encontrar onde ficar por um preço que cabe no seu bolso.

As cidades mais baratas são aquelas que oferecem maior variedade hoteleira, cultural e gastronômica, como Madri, Barcelona e Sevilha. Afinal, quanto maior a oferta de acomodações, mais competitivos são os preços!

Filipinas

As Filipinas são um destino acessível devido ao baixo custo de vida e à moeda local, o peso filipino, desvalorizado em comparação ao dólar e até ao real. O viajante encontra refeições em restaurantes até R$ 20, e o transporte público é barato e eficiente. 

Outro fator potencializa a economia: julho é a baixa temporada no país, que vive a temporada de chuvas nesse período. Isso pode significar chuvas frequentes e algumas tempestades tropicais, com temperaturas entre 25 °C e 30 °C. Apesar das chuvas, ainda é possível aproveitar muitas atividades turísticas, especialmente nas regiões menos afetadas.

A lista de cidades mais baratas para visitar inclui a capital, Manila, onde há acomodações duplas a menos de R$ 150 por noite, além das praias de Cebu, Boracay e Bohol, além do paraíso do ecoturismo El Nido

Portugal

Na Europa, o principal destino entre os mais baratos para viajar em julho é Portugal. O país pode ser bem mais acessível do que outros destinos europeus com um bom planejamento, como reservar acomodações com antecedência e comprar ingressos para atrações online.

Em cidades como Lisboa, Porto e Coimbra, é possível encontrar acomodações a partir de R$ 200 por noite, enquanto refeições em restaurantes mais modestos custam entre 10 e 15 euros. Em ambientes mais sofisticados, uma refeição completa sai por 20 a 25 euros.

Julho é um dos meses mais quentes em Portugal, com temperaturas variando entre 25 °C e 35 °C, especialmente nas regiões do interior e do sul. É alta temporada turística, com muitas festividades, eventos culturais e praias lotadas. O clima é quente e ensolarado.

Aproveite o cenário favorável para conhecer as praias do Algarve, os museus e construções históricas de Lisboa, as caves de vinho do Porto e o emocionante Santuário de Fátima, entre outros destinos incríveis no país ibérico!

Tailândia

Ao longo do ano inteiro, a Tailândia surpreende como destino de baixo custo, com refeições, transporte e acomodações acessíveis. Com menos de R$ 250 por dia, é possível cobrir alimentação, hospedagem e até passeios. 

O mês de julho, em específico, é parte da estação das monções, o que significa chuva frequente, especialmente nas regiões sul e oeste do país asiático. Todavia, as chuvas costumam ser intensas, mas curtas, permitindo que os turistas ainda possam aproveitar o país, com temperaturas entre 25 °C e 32 °C.

Os destinos mais famosos do país são a capital, Bangkok, onde você poderá conhecer templos majestosos, palácios e mercados vibrantes, e Chiang Mai, conhecida por seus templos antigos e suas montanhas.

Também é possível viver experiências incríveis na famosa ilha de Phuket, que guarda praias como a badalada Patong Beach, conhecer as cachoeiras paradisíacas de Na Muang e curtir a vida tropical na ilha Phi Phi.

Uruguai

Uruguai
Flickr / CC BY 2.0

O Uruguai está entre os destinos econômicos da América do Sul, especialmente fora da alta temporada de verão. Em Montevidéu e nos principais destinos do país, há acomodações a partir de R$ 150 a R$ 200, e a alimentação pode ser barata em restaurantes mais modestos ou comprando ingredientes no mercado para cozinhar no hostel ou pousada.

Visitar o país em julho significa ter a oportunidade de desfrutar de temperaturas em torno de 0 °C, com céu ensolarado e tempo seco. Sobretudo as noites e madrugadas são bem frias, então não deixe de levar bons agasalhos na mala.

As oportunidades de turismo de inverno no Uruguai são inúmeras, da animação urbana de Montevidéu ao charme histórico de Colonia del Sacramento, com vista privilegiada do Rio da Prata. Você também pode tentar a sorte nos cassinos de Punta del Este e relaxar nas águas termais de Daymán, perto da cidade de Salto.

Embarque em uma aventura inesquecível em julho com descontos imperdíveis

A experiência de visitar os melhores países baratos para viajar em julho pode ser ainda mais econômica com o Vai de Promo, seu parceiro de viagens que cabem no bolso.

O Vai de Promo é um moderno buscador de passagens aéreas mais baratas: você digita as cidades de origem e destino, aponta as datas da viagem e acessa uma lista com todas as ofertas das principais companhias aéreas para aquele trecho, incluindo descontos de até 40%. Depois, é só escolher a melhor opção e pagar em até 12 vezes.

Passagens aéreas saindo de
São Paulo
Rio de Janeiro
LATAM LATAM
A partir de R$473
Navegantes
LATAM LATAM
A partir de R$496
Brasília
LATAM LATAM
A partir de R$579

Como fazer uma viagem internacional gastando pouco?

Viajar para o exterior é o sonho de muitas pessoas, mas há quem desista em virtude dos valores envolvidos nesse tipo de viagem. Todavia, com planejamento e algumas estratégias inteligentes, é possível fazer uma viagem internacional gastando pouco. 

A chave está em ser flexível, pesquisar bastante e estar aberto a novas experiências, passando pela escolha dos destinos certos e, em especial, de viajar em época de baixa temporada.

Confira algumas dicas práticas para turbinar a sua economia!

Escolha destinos com custo de vida mais baixo

Escolher locais onde os preços de hospedagem, alimentação e transporte são mais acessíveis pode representar uma boa economia na sua viagem. 

Ferramentas como Numbeo, Nomad List e Holidify são excelentes recursos para comparar o custo de vida em diferentes cidades e países, ajudando você a tomar uma decisão informada.

Planeje e organize a viagem com antecedência

Comece definindo seu orçamento e escolhendo um destino que se encaixe nas suas finanças, levando em conta fatores como custo de vida, época do ano, clima, cultura, atrações turísticas e segurança. Pesquise sobre as atrações turísticas, passeios, eventos e atividades que você deseja realizar no destino escolhido. 

Quanto mais cedo você começar a organizar sua viagem, maior a chance de encontrar promoções e opções mais econômicas para transporte, hospedagem e entretenimento.

Pesquise bem para comprar passagens baratas

Com algumas estratégias simples e pesquisa diligente, é possível garantir passagens aéreas econômicas que se encaixem no seu orçamento. Utilize buscadores como o Vai de Promo para comparar preços, datas, horários e rotas e encontrar a melhor oferta disponível

Flexibilidade nas datas de viagem e considerar aeroportos alternativos são práticas que podem ampliar suas chances de economia, e você ainda pode recorrer a programas de fidelidade de companhias aéreas para acumular milhas e pontos que podem ser utilizados para obter passagens gratuitas ou com desconto. 

Faça um seguro viagem

Faça um seguro viagem
Flickr / CC BY-SA 2.0

Contrate um seguro viagem, que tem custo acessível (a partir de R$ 18 por dia, para destinos da América do Sul, por exemplo) e vai te proteger em caso de imprevistos com potencial para impactar seus planos e orçamento. 

Esse serviço oferece cobertura para despesas decorrentes de problemas médicos, acidentes e até complicações relativas à bagagem. Assim, mesmo diante de contratempos, você não corre o risco de voltar para casa com prejuízos. 

Evite despachar bagagem e pagar taxas extras

Evitar despachar bagagem e as taxas extras associadas a ela é uma forma simples de economizar. Viajar apenas com bagagem de mão pode não só ser mais econômico, mas também mais prático e rápido. 

Ao seguir as diretrizes da companhia aérea para esse tipo de bagagem, você evita custos adicionais e potenciais atrasos na retirada de bagagem no destino. 

Economize durante a viagem

Sua economia não acaba quando você embarca. Você pode e deve economizar no decorrer da sua viagem internacional. Reduzindo os custos imediatos, você abre espaço no orçamento para futuras aventuras

Defina quais atrações são prioritárias e dê prioridade aos pontos turísticos gratuitos. Em atrações pagas, compre o ingresso pela internet, onde são mais comuns descontos. Opte pelo transporte público e busque preparar algumas refeições no seu próprio alojamento para economizar.

Voos com descontos para aproveitar e viajar em julho é só no Vai de Promo!

Já escolheu qual destino da nossa lista de países baratos para viajar em julho você vai visitar nas suas próximas férias? Então não dê bobeira! Visite agora mesmo o Vai de Promo para comprar passagens aéreas mais baratas e com o melhor custo-benefício.

Só o Vai de Promo reúne as melhores ofertas do mercado, incluindo descontos de até 40%, para que você viaje muito sem pesar no orçamento.

E você não está sozinho no seu planejamento: em caso de dúvida, é só entrar em contato com um de nossos especialistas por meio da central de atendimento, sempre disponível para te ajudar!

Passagens aéreas saindo de
São Paulo
Rio de Janeiro
LATAM LATAM
A partir de R$473
Navegantes
LATAM LATAM
A partir de R$496
Brasília
LATAM LATAM
A partir de R$579

Continue sua leitura!

Não perca nenhuma promo!

As melhores dicas e promos chegam primeiro no seu e-mail. Assine nossa newsletter e começe a economizar!